sábado, fevereiro 08, 2014

O colchete e o rim direito.

Ontem fui abrir um colchete. 
Colchete é um projeto de porteira, feito de arame e alguns pedaços de pau, para dar sustentação.
E pra isso ficar bem firme, funcionando como uma porteira, tem que ser extremamente justo...
Aí ontem eu fui abrir um colchete.
O colchete mais justo que já tive que abrir.
Abri.
O carro passou.
E fui fechar.
Estica daqui, apruma dali, estica, estica...
O que eu senti foi algo semelhante a meu rim descolando da parede do abdomen, de tanta força que eu fiz.
Pelamor, que colchete justo.
Leandro veio me ajudar. Sozinho também não conseguiu. Fechamos o colchete em equipe.

Aqui, uma explicação de como funciona um colchete. Lembrando que para fechar, vc deverá fazer o procedimento de trás para frente.

"Para se abrir um colchete o sujeito não precisa ser estudado não, porém tem que ter técnica. Ele chega próximo e retira a parte superior primeiro, depois a parte de baixo e leva aquela barreira de arame e pau para o lado.
Uma vez ultrapassado o colchete deve ser fechado novamente para manter sua função." - Instruções conseguidas do blog: Abadia em foco.

Em vermelho, área do colchete. Em azul, partes de conexão do colchete. Tudo na base do arame. E já é vantagem quando não se trata de arame farpado.


Aí, depois disso, tudo bem. Passei o dia de boa, com uma dorzinha nas costas.Mas hoje cedo foi engraçado. 
Tava dormindo de bruços, fui levantar e quem disse!?!?! Parecia uma tartaruga virada no casco. Não conseguia me levantar por causa da dor nas costas. Marido teve que me dar um impulso para eu ir para a posição lateral. Que podreira! Acho que eu realmente "descolei" o rim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário